sábado, 20 de novembro de 2010

Meio Ambiente: ecossistema e hábitat

Chamamos de ecossistema o conjunto de seres vivos de um ambiente mais as condições de sobrevivência desse ambiente e o relacionamento dos seres vivos com ambiente. Hábitat é o lugar do ecossistema onde determinada espécie animal ou vegetal vive – influenciando e sendo influenciada pelo ambiente.

Para sobreviver, o ser humano precisa dos recursos da natureza: o solo, a água, o ar, os vegetais, os minerais, os outros animais. Nos primeiros tempos, as pessoas se limitavam a retirar da natureza aquilo que necessitavam. Com o passar dos séculos, a humanidade foi se desenvolvendo, aprendendo a cultivar a terra, a domesticar animais e a construir instrumentos e máquinas cada vez mais sofisticadas para melhorar o aproveitamento dos recursos naturais.

No entanto, a exploração indiscriminada para atender as necessidades humanas de alimentação e de conforto está provocando um esgotamento dos recursos oferecidos pela natureza. Todos nós somos responsáveis pelo ambiente e devemos cuidar dele. Existem algumas atitudes, medidas e cuidados que podem ajudar a recuperá-lo e protegê-lo.

Segue algumas atitudes que podem ajudar na preservação do meio ambiente e da biodiversidade: proteger os animais silvestres, cuidados com as águas dos rios e dos mares, medidas de saneamento básico, coleta de lixo, reciclagem, tratamento de esgoto, o reflorestamento, etc.

O ambientalismo é um largo movimento político, social e filosófico que advoga várias ações e políticas com interesse de proteger natureza que resta no ambiente natural, ou restaurar ou expandir o papel da natureza nesse ambiente.

Objetivos geralmente expressos por cientistas ambientais incluem:

  • Redução e limpeza da poluição, com metas futuras de poluição zero;
  • Reduzir o consumo pela sociedade dos combustíveis não-renováveis;
  • Desenvolvimento de fontes de energias alternativas, verdes, com pouco carbono ou de energia renovável;
  • Conservação e uso sustentável dos escassos recursos naturais como água, terra e ar;
  • Proteção de ecossistemas representativos ou únicos;
  • Preservação de espécies em perigo ou ameaçadas de extinção;
  • O estabelecimento de reservas naturais e biosferas sob diversos tipos de proteção; e, mais geralmente, a proteção da biodiversidade e ecossistemas nos quais todos os homens e outras vidas na terra dependem.
Aluna: Muryele P. Beserra
Turma - Ciclo IV A

Um comentário: